• info.amaia.org.mz

Mario Souto

Presidente da Assembleia Geral & Consultor Sénior

Mario Souto é consultor sénior em estudos ambientais e socioeconómicos com longos anos de experiência. Após mais de cinco anos de trabalho em posições sénior no Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, o seu registo de emprego também inclui três anos de trabalho no Ministério do Ambiente em posições sénior, incluindo ser assessor do Ministro em programas de educação ambiental, bem como Director nacional interino de educação ambiental.
Juntamente com um bom conhecimento teórico e prático dos métodos de investigação quantitativa e qualitativa em ciências sociais, ele possui uma vasta experiência na realização de consultas e envolvimento público, bem como condução de educação e formação relacionadas com a concepção,
implementação, monitorização e avaliação de projectos abrangendo uma série de sectores de desenvolvimento tais como agricultura, desenvolvimento rural, turismo, energia, estradas, água esaneamento, etc.

Como consultor sénior em estudos ambientais e sociais, ocupou posições de Especialista Ambiental e Socioeconómico, gestor de projectos e coordenador de importantes trabalhos em África e Moçambique, em particular como parte de equipas multidisciplinares e/ou como líder. Ele também preparou várias avaliações de impacto ambiental e social, planos de acção de reassentamento, incluindo quadros de políticas e quadros processuais relacionados com questões ambientais e sociaise de reassentamento, condução de processos de participação pública referentes a importantes projectos de desenvolvimento em Moçambique e outras partes de África.

Como consultor nacional/regional, participou em várias missões de doadores/financiadores para a formulação, revisão, avaliação, etc. de projectos/programas, bem como na facilitação de reuniões e sessões de formação relacionadas com o trabalho social e particularmente com os processos de reassentamento. Está profundamente familiarizado com as directrizes do Banco Mundial e do Banco Africano de Desenvolvimento em África e Moçambique em matéria de gestão ambiental e social. É fluente em português e inglês e fala uma das línguas moçambicanas, ou seja, Changane, que é a língua mais comum no sul de Moçambique. Iniciou a sua carreira como professor e é actualmente Presidente da Mesa da Assembleia Geral da Associação Moçambicana de Profissionais de Avaliação de Impacto Ambiental (AMAIA), em Moçambique.